sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

A mais pura verdade.

São 04:07h da manhã e eu estou a chorar desesperadamente.
Hoje eu não aguento mais esses monstros que criei, no momento estou vendo o quanto estou acabando com minha vida, apesar de ainda achar que a morte resolveria todos os meus problemas.
As minhas crises bulímicas estão cada vez mais constantes, e eu menti para minha psicóloga, pois estou há mais ou menos dois meses tendo compulsões quase que diárias e vomitando e tomando laxantes em seguida, pois o pavor que me toma ao pensar em engordar são assustadores.
Sinto nojo do meu corpo ao me olhar no espelho e enxergo gordura por toda parte, sinto-me uma verdadeira fracassada apenas por pensar em comida. Minha auto estima está muito baixa, e já nem mais tenho prazer ao acordar todas as manhãs, me peso todas as manhãs desejando ver os números mais baixos na balança, o que infelizmente não tem ocorrido por conta da maldita mia.
Não sei o que faço porque transformei minha vida em um verdadeiro inferno, não sei como me livrar disso, pois hoje mesmo após um dia e meio me limitando ao máximo á comida, ingeri uma quantidade enorme de comida que vomitei 75% , depois claro a gorda aqui comeu ainda mais e tomou dois comprimidos de laxante, isso é um ciclo vicioso quase que impossível de parar, sinto falta de quando tinha apenas a ana ao meu lado e passava até cinco dias sem ingerir comida sem nenhum problemas com compulsões.
Eu quero me curar ao mesmo tempo em que desejo apenas para de respirar.

Desculpem pelo desabafo, mais eu precisava disso.

Beijos da garota que sonha em ser uma bonecca perfeita.

domingo, 23 de dezembro de 2012

Triste Realidade

Mesmo seguindo o cardápio de uma nutricionista,hoje o frenesi por comida torna tudo muito mais dificil, sei quais serão as consequências disso após alguns dias, horas ou minutos, os maus pensamentos tomam-me conta a cada fração de segundo, os laxantes desidratam por completo o meu corpo já doente, parece loucura, mais após três dias tendo compulsões, miando, tomando laxante, me agredindo, sinto por alguns momentos como se tudo fosse apenas fantasia de minha mente, sei que infelizmente não é, e que tudo apesar de ser dificil de aceitar é por conta de uma doença da qual por mais que em alguns dias como hoje faça-me aceitar o que seria a fonte de vida do meu corpo (alimento) me domina mais a cada dia que passa, apesar de querer não posso livrar-me disso sozinha, minha mãe já nem mais desconfia de que estou enferma, pois a mia fez o trabalho de iludi-la ao me me fazer ter horríveis compulsões em frente aos seus olhos apenas para que a ana possa voltar com força total e fazer passar por despercebido até que eu atinja meu objetivo ou além dele.
*Estatus = (Envergonhada, sentido-me uma orca, medo, planos, frenesi por comida, descontrole, ódio, vicio em laxantes, distorção de imagem, alto estima baixa, alteração drástica de humor, efeito sanfona, etc.) = Anorexia/Bulimia.
:`(

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Como tudo começou, até o momento.

Sempre achei que tive preocupações excessivas com meu corpo, lembro-me sempre de me comparar com minha irmã ou prima e odiar cada vez mais meu corpo. Um dia li sobre os blogs pró ana mia no livro da escola e resolvi pesquisar sobre o assunto, me identifiquei muito com os sentimentos que as garotas que ali escreviam e um tempo depois criei o meu próprio blog, e tudo foi se tornando um ciclo vicioso, eu emagrecia muito em pouco tempo,entre auto multilações e dietas suiçidas, depois voltava a comer compulsivamente e depressivamente, e ganhava rapidamente o que tinha perdido, isso ocorreu por volta de três vezes, agora na ultima vez, a mais ou menos cinco meses atrás, novamente por um impulso de desespero voltei a frequentar o blog, cheguei aos 38kg, mais comecei a perceber que já não tinha mais controle sobre a situação, estava fazendo minha mãe sofrer muito, eu estava sofrendo muito, então acho que aceitei ajuda, estou a frequentar a psicologa e não sei se estou realmente fazendo com que ela consiga me ajudar, fiz da minha vida um inferno e não acho mais que eu tenha controle sobre ela, sou uma garota viciada em olhar as calorias da embalagens, penso mais em comida do que o normal, estou seguindo o cardápio de uma nutricionista e me obrigando a ir todos os dias para a academia, faço uma hora de musculação e pelo menos meia hora de aeróbica mesmo contra indicação dos professores de lá, já que o "meu objetivo" é ganhar massa muscular, estou a pesar 41kg e não gosto nem um pouco de meu corpo, tenho tido compulsões alimentares horríveis a cada três dias, após elas sinto-me uma fracassada e gorda e penso em voltar com a ana, porque com ela me controlava muito mais, ás vezes vomito ou tomo laxante, ou então simplesmente corto todos as massas e carboidratos do cardápio da nutricionista por um dia e vou á tarde para a academia, isso tem feito com que eu me mantenha no mesmo peso. Eu quero muito me livrar desses monstros e um dia quem sabe ser uma pessoa normal, meu humor varia a cada 10 minutos, á pouco estava a chorar e desejando estar morta, agora após uma pequena maldita compulsão estou a escrever aqui e desejando que minha psicóloga leia e consiga me ajudar.
Estou como uma cega em um tiroteio, não sei com o que estou lidando e por esse motivo não sei como pedir ajuda, não sei se o que tenho é um transtorno ou apenas um carma, em que não se é possível curar.
O que sei é que preciso muito,muito de ajuda, sei que se engordar vou voltar ás cegas de novo, e estou depositando todas as minhas esperanças de recuperação na minha psicóloga.

Me desculpem pelo tempo que estou sem postar, tentarei voltar mais vezes para manter-lhes informadas sobre mim, e apesar de eu não quere-lo esse mundo pode ser minha última esperança.

Beijos da garota que sonha em ser uma Bonecca Perfeita.